Estudo Afirma que a Cada Salsicha Consumidas - Reeducação Alimentar Para Vida

Estudo Afirma que a Cada Salsicha Consumidas


Todos nós adoramos comer um belo de um cachorro quente, mas também sabemos bem que a salsicha não se trata de um alimento nada saudável, certo? E parece que agora as notícias deixam tudo ainda mais preocupante. Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Cambridge e publicado no British Medical Journal comprovou que a cada salsicha consumida, nossa vida pode ser reduzida em 15 minutos.



O problema basicamente resume-se ao fato da salsicha se tratar de um alimento embutido. Isso porque o consumo excessivo de carnes embutidas aumenta o risco de desenvolvimento de câncer, principalmente o colorretal.
Em novembro de 2016, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou que o mau efeito dos alimentos processados vem essencialmente da maneira como eles são elaborados, sendo submetidos a técnicas artificiais.
Os nitritos e nitratos de sódio, compostos químicos presentes em alimentos embutidos que possuem a função de evitar a formação de bactérias, ou seja, fazem com que os alimentos durem mais nas prateleiras e em nossas despensas e geladeiras, têm potente ação carcinogênica.
O método de defumação, outro utilizado no processamento de alimentos que dá sabor ao produto e também contribui para prolongar a sua data de validade, utiliza o alcatrão da fumaça de carvão.
Ainda que os mecanismos biológicos não estejam completamente desvendados, acredita-se que esses compostos danificam a estrutura do DNA das células, dando origem a mutações que podem fazer com que elas cresçam incontrolavelmente, dando origem a tumores cancerígenos.
O mesmo estudo que associou o consumo de uma salsicha à redução de 15 minutos do tempo de vida mostrou ainda que o café tem o efeito contrário: a ingestão de duas ou três xícaras diariamente pode aumentar a perspectiva de vida em mais um ano.

FONTE: MUNDO BOA FORMA