SEIS MOTIVOS PARA SE HIDRATAR BEM - Reeducação Alimentar Para Vida

SEIS MOTIVOS PARA SE HIDRATAR BEM





Beber água parece uma tarefa tão trivial que não damos conta de sua importância para sua saúde. Mas tomar os tais 2 litros ao longo do dia pode evitar de piripaques cardíacos a infecções severas. Aproveite o Dia Mundial da Água e veja seis grandes benefícios de ingerir a quantidade adequada de líquidos para o organismo


1) Raciocínio rápido e bom humor

Como qualquer outra célula, os neurônios precisam de água. O abastecimento adequado é crucial para eles se manterem conectados, transmitindo seus impulsos. Se fica a desejar, o raciocínio e o humor sofrem as consequências.

2) Músculos fortes

O mecanismo de contração e relaxamento depende do volume hídrico nas fibras musculares. Se elas ficam murchas, lá se vai o vigor, isto é, falta força para correr, erguer pesos… e para bater, no caso do músculo cardíaco.

3) Rins livre de pedras

Beber muita água é uma ótima estratégia para prevenir os cálculos renais. Quanto maior a fluidez do líquido filtrado pelos rins, menor a probabilidade de a urina concentrar partículas sólidas que, agrupadas, dão origem às pedrinhas.

4) Intestino regulado

Garantir a cota diária de água dá um empurrão no trânsito intestinal e evita a prisão de ventre. A água não só deixa o bolo fecal mais pastoso como estimula os movimentos peristálticos que o mandam embora do corpo.

5) Pulmões livres de bactérias

A última fração da árvore respiratória, que corresponde aos alvéolos, precisa estar bem hidratada para que a difusão do oxigênio aconteça da melhor maneira. Sem contar que uma boa umidade nas vias aéreas reduz o risco de infecções.

6) Circulação sanguínea em ordem

Um volume satisfatório de água viajando pelos vasos garante que todo o organismo seja irrigado e bem nutrido de sangue. A desidratação torna o líquido viscoso e favorece a queda da pressão arterial, ameaçando vários órgãos.

E para onde vai tanta água?

Numa pessoa saudável de 70 quilos, estima-se que todas as suas células concentrem algo em torno de 28 litros de água. No meio aquoso dentro de cada unidade ocorrem todas as reações químicas para o funcionamento celular.
Além disso, há o líquido intersticial, um fluido responsável pelas trocas de H2O e sais minerais entre as células e o sangue. São cerca de 11 litros de água.
Fora que o próprio sangue detém ao menos 3 litros de água. Essa fração é conhecida como plasma e corresponde a 55% da composição sanguínea – o restante é uma junção de glóbulos, considerada a parte mais sólida do sangu